Exclusivo: Já ouvimos o EP do Leandro Buenno, e ele é digno de nossa atenção! • MAZE // MTV Brasil
MúsicaPosts

Exclusivo: Já ouvimos o EP do Leandro Buenno, e ele é digno de nossa atenção!

João Batista1557 views

Se existe um público exigente quando o assunto é música pop, esse público é o brasileiro. De uns tempos pra cá, quando os artistas aderiram à moda de divulgar milhares de prévias e promessas de um vindouro material, é muito fácil achar gente insatisfeita com argumentos derivados de “não supriu minhas expectativas”. Com isso, é de se esperar uma pressão maior caindo em cima dos artistas – principalmente os que estão chegando agora.

Mas isso não deve ser visto como algo negativo. Muito pelo contrário: tudo isso serve para provar que a galera brazuca não se contenta com qualquer coisa e que sempre quer algo novo e fora da caixinha. Após muito tempo se garantindo em produções pop preguiçosas ou arranjos eletrônicos requentados, tem uma galera que tá se esforçando pra mostrar toda a autenticidade que o pop brasileiro pode oferecer.

Um exemplo? Leandro Buenno. Pra quem não sabe ou lembra, Leandro surgiu no meio musical após participar da segunda temporada do The Voice Brasil – mesmo lugar onde, um ano depois, nossa queridinha Nikki ganhou uma visibilidade monstra para todo o país. Após o programa, Lê (olha as intimidades, haha) foi contratado pela OH Produções e, sob distribuição da Sony Music, começou a dar o pontapé inicial e oficial em sua carreira fonográfica.

Nome já conhecido aqui no blog, o moço lança nesta sexta-feira (11) o seu primeiro e autointitulado EP, que traz faixas já conhecidas pra quem acompanha seu trabalho e outras inéditas que, como o título desse post já diz, são dignas de sua atenção, amante de música pop. Já ouvimos o material com exclusividade e contaremos a seguir o que achamos de cada faixa. Bora?

leandro-buenno-ep-capa-maze-blog

#01 – ESSA NOITE

O compacto é introduzido por essa faixa já conhecida, e que já até falamos sobre esse clipe aqui no blog – com direito à uma cutucada nessa mesma galera exigente citada acima. Besuntada em várias referências do universo pop, este single/clipe foi a tacada inicial perfeita para que Leandro pudesse mostrar quão grande é sua vontade de conquistar seu lugar (merecido) na indústria nacional.

#02 – MIL MANEIRAS

Leandro-Buenno---Mil-Maneiras--MAZE-BLOGSe você não conseguiu dar uma chance a “Essa Noite”, certamente será com “Mil Maneiras” que Leandro Buenno irá te conquistar – seja pela sua sonoridade ou pelo olhar galanteador do rapaz na capa do single.

Lembrando muito a sonoridade de “Sorry”, daquele canadense que lançou um disco que odiamos admitir que amamos, essa faixa segue uma fórmula parecida com a do hit global sem medo algum de ser julgada por isso. Uma produção de muito bom gosto assinada por Ruxell (também responsável por “Essa Noite” e “Eu Faço Assim”, da Nikki) que é, sem dúvidas, o ponto mais forte de todo o EP e forte candidata à ser a divisora de águas na carreira de Lê.

#03 – NEM POR UM SEGUNDO

Outra já conhecida, “Nem Por Um Segundo” entrou na seleção final do EP. Seguindo uma linha mais romântica, a música foi o primeiro single solo do rapaz após sua saída do The Voice e tem até um lyric-video bem fofinho.

#04 – SEI LÁ (PART. NIKKI)

Mais uma que é não tão inédita assim e que até já comentamos por aqui, “Sei Lá” é um dueto romântico de Leandro e Nikki que originalmente foi inclusa no último EP da loira. Falando nela, e esse cabelão hein? O tempo voa mesmo!

#05 – TEM QUE SER ASSIM

Já na reta final do EP, esta outra inédita promete dar um ótimo suporte à nova fase do cantor. Assim como “Mil Maneiras”, “Tem Que Ser Assim” é uma midtempo com fortes influências eletrônicas e um arranjo envolvente – não tanto quanto a segunda faixa do material, mas que tem o mesmo potencial para o sucesso e que nos deixa sedentos por mais músicas como essas apresentadas. Quem sabe em um futuro álbum de estreia? Fica aqui nossa torcida!

CONCLUSÃO

No bem intencionado EP de estreia de Leandro Buenno pudemos conferir materiais com apelo e otimização na medida certa para o seu êxito comercial. Além disso, ele é mais uma prova de que o que realmente falta no pop nacional ultimamente é deixar um pouco o preconceito de lado e se jogar de cabeça e ouvidos abertos aos novos nomes que vem surgindo de uns tempos pra cá. Se em suas primeiras tacadas ele talvez tenha deixado alguma pulga atrás da orelha aparentando ser apenas mais um rostinho bonito mesmo com seu notável talento vocal, as inéditas presentes neste EP serviram para que ele provasse com mérito a sua forte candidatura ao posto de próximo queridinho do mainstream brazuca. É só uma questão de tempo.

João Batista
Dono, idealizador e fundador do labirinto. Genioso, carioca que não sabe sambar e amante da cultura pop desde 1991.