Grandes filmes de poker: blefes e apostas no mundo do cinema • MAZE // MTV Brasil
FilmesPosts

Grandes filmes de poker: blefes e apostas no mundo do cinema

João Batista2877 views

Quem joga sabe o quão grande é o sucesso do jogo. Ele é capaz de gerar expectativa e tensão, prendendo atenção para cada jogada e reviravolta. Além disso, é um dos jogos mais famosos entre os americanos e vem ganhando popularidade ao redor do mundo, principalmente por conta das transmissões televisivas e dos torneios mundiais.

Há décadas que o universo das cartas tem inspirado a produção de grandes filmes de Hollywood, que apresenta filmes com jogadas emocionantes e cenas de tirar o fôlego de qualquer expectador, sempre aliadas a um roteiro muito bem feito. Os filmes também são uma forma de aprender mais sobre o jogo, e torná-lo cada vez mais conhecido (e às vezes nem imaginamos o tamanho desse sucesso: no site da PokerStars, por exemplo, há neste momento mais de 40 mil pessoas online e jogando com outros competidores por todo o mundo).

Por isso entre blefes, trapaças e apostas, confira abaixo alguns filmes de Hollywood que emplacaram nas bilheterias e trouxeram ao público um pouco mais sobre o mundo dos jogos de cartas.

THE STING (Um Golpe de Mestre)
Dirigido por George Roy Hill, 1973
Este filme é um clássico dos jogos! Levando sete das dez estatuetas do Oscar no ano de 1973 (incluindo o prêmio de Melhor Filme e Melhor Direção, dois dos mais cobiçados), conta a história de dois vigaristas que pretendem dar um golpe em um chefe da máfia. Um Golpe de Mestre se passa no ano de 1932. No filme, os dois protagonistas após enganar o capanga do chefão e ganharem uma grande quantia de dinheiro fogem, e tempos depois entram em contato um com o outro para dar um novo golpe no mafioso. No elenco estão astros consagrados como Paul Newman e Robert Redford. Um dos grandes diferenciais do filme é que ele defendia um enredo pouco trabalhado (então para muitos acabava sendo um tema inédito).

CASSINO ROYALE
Dirigido por Martin Campbell, 2006
Sendo um dos longas mais famosos da saga de filmes do 007, o longa rodado em 2006 conta a história de James Bond – interpretado por Daniel Craig – antes de obter sua licença para matar. No clímax do longa, diferente de uma cena esperada para um filme de ação, Bond derrota o vilão Le Chiffre em uma mesa de poker. Na cena, os quatro jogadores apostam tudo numa partida de Texas Hold’em, e depois da virada do River (ultima carta comunitária do jogo) Bond desbanca os outros jogadores com um Straight flush. O filme também é conhecido por sua trilha sonora, com Chris Cornell responsável pela música de tema, You Know My Name.

A MESA DO DIABO (The Cincinnati Kid)
Dirigido por Norman Jewison, 1965
Este é um dos dramas mais famosos que envolve jogos de poker. Na Grande depressão econômica, um jovem tenta de todas as maneiras se destacar no esporte. Na cena mais importante do filme, Stoner (interpretado por Steve McQueen) perde para Lancey “The Man” Howard em um Five Card Stud, onde este apresenta um Straight Flush e Storner tem apenas um Full House com Ás e dez.

MAVERICK
Dirigido por Richard Donner, 1994
Com Mel Gibson como protagonista, o filme retrata a vida de Bret Maverick, um homem sacana que precisa de dinheiro para participar de uma grande partida de poker que será realizada às margens do rio Mississipi. Com a ajuda de Annabelle – uma jogadora louca que tem uma história de romances não resolvidos com Maverick – o jogador apresenta um Royal Flush e um Straight Flush na mesma aposta, o que para muitos é considerado algo impossível.

REBELDIA INDOMÁVEL (Cool Hand Luke)
Dirigido por Stuart Rosenberg, 1967
O filme, lançado em 1967, prova que para ser um bom jogador é preciso saber blefar e ter um raciocínio rápido. O longa conta a história de um prisioneiro que conquista o respeito de seus companheiros de cela por seu carisma e inteligência. Na principal cena, o protagonista Luke – interpretado por Paul Newman – está com péssimas cartas na mão, mas mantém a calma e sua segurança convence seus adversários a desistirem do jogo. Após vencer e ganhar uma boa grana, vem a frase clássica que marcou o filme: “Algumas vezes, nada pode ser uma mão muito boa”.

Sem dúvidas, dos filmes mais clássicos até os mais contemporâneos, todos apresentam uma imagem de uma partida de poker: Às vezes um olhar ou uma cartada pode ser mais emocionante do que cenas de muito movimento. E você, qual filme prefere?

João Batista
Dono, idealizador e fundador do labirinto. Genioso, carioca que não sabe sambar e amante da cultura pop desde 1991.