IonnaLee critica o endeusamento de artistas femininas no clipe de "Samaritan" • MAZE // MTV Brasil
MúsicaPosts

IonnaLee critica o endeusamento de artistas femininas no clipe de “Samaritan”

Leonardo Drozino7232 views
ionnalee samaritan mazeblog

Colocando em pausa o iamamiwhoami – cujo último lançamento foi o álbum ao vivo CONCERT IN BLUE, a sueca Jonna Lee embarca em um projeto solo, agora sob o nome IonnaLee. O primeiro single dessa nova fase é a canção”SAMARITAN”, que já chegou aos nossos ouvidos acompanhada de um clipe com 8 minutos de duração.

Assista abaixo ao clipe de “SAMARITAN”.

Em uma entrevista bem esclarecedora para o site AnotherMag, a cantora comenta sobre novamente estar em carreira solo:

“Eu comecei a trabalhar nesse álbum cinco anos atrás. Originalmente, era para ter sido lançado logo após o primeiro projeto do iamamiwhoami, que não deveria ser de longa duração, que nós fizemos apenas por diversão, mas que se tornou tão importante que eu quis continuar fazendo-o. Mas minha arte vai muito além disso, então eu tive que me olhar no espelho e ver como eu queria que ela soasse e parecesse ser apenas Jonna. Eu nunca fui clara em minhas letras antes, visto que eu queria que as pessoas tivessem a sua própria interpretação de cada canção, e como também elas foram lançadas sob o iamamiwhoami, agora eu posso ser pessoalmente responsável pelo material.”

Sobre a narrativa do vídeo:

“Como uma mulher e como uma garota, era insano como às vezes eu era tratada devido ao meu gênero, muitas pessoas passam por essa experiência, então é parte disso. E como uma artista, como qualquer artista, mas especialmente para uma artista feminina, você é endeusada e tendemos a nos acostumar a isso e a se vestir para agradar isso. Então eu queria aproveitar essa oportunidade para fazer algo sem censura, por que eu posso. Eu me perguntava por que nunca tinha sido tão franca antes. Eu fiz isso de maneira abstrata, mas nada tão claro. E eu também tenho lutado com a motivação nos últimos anos, então a narrativa é sob isso também: O que há no meu trabalho para ser compartilhado? Por que estou me colocando nessa posição? O que leva alguém a subir num palco para ser enaltecido e adorado? Então esse é outro elemento que estou trabalhando: minhas inseguranças.”

O vídeo foi dirigido pelo WAVE, parceria entre a própria Jonna e o cinematógrafo  John Strandh. O grupo também foi responsável pela direção dos visuais do álbum BLUE. O figurino é de responsabilidade da grife Comme des Garçons.

“SAMARITAN” é o primeiro capítulo de uma jornada sobre o incansável apetite da sociedade de endeusar e depois demonizar as mulheres.

 

Leonardo Drozino
Escritor, redator do MAZE e cupido nas horas vagas.