Lana Del Rey finalmente estreia o clipe de "Freak", mas decepciona • MAZE // MTV Brasil
MúsicaPosts

Lana Del Rey finalmente estreia o clipe de “Freak”, mas decepciona

Leonardo Drozino1249 views

Três mil anos depois do lançamento do clipe de “Music To Watch Boys To”, a cantora norte-americana Lana Del Rey – que a gente sempre gostou desde o lançamento do hinário Born To Die e também do maravilhoso e meio desprezado Ultraviolence – decidiu finalmente lembrar que tinha lançado um álbum e que tinha que promovê-lo. Para isso, passou vários meses sumida e quando volta, entrega um clipe bem ruinzinho para a também questionável faixa “Freak”, que vai servir como terceiro single do ótimo álbum Honeymoon.

No vídeo, vemos a cantora – como sempre – glamourizando o consumo de drogas, colocando delicadamente e repetidas vezes quadradinhos de LSD na boquinha do cantor indie Father John Misty, com todas as cenas em câmera lenta. É bem chatinho de ver. E após a música acabar, nos deparamos com cinco minutos de cenas de garotas submersas em uma piscina, que bem parecem cenas aproveitadas do clipe anteriormente lançado e citado. E para decepção dos fãs (que sonhavam com “Art Deco”, “Religion” ou “Blackest Days”), a canção que embala essas cenas repetitivas é “Clair de Lune”, clássico de Claude Debussy.

Poxa vida, Lana. Mas é aquele ditado: vamos fazer o que?

Assista abaixo ao clipe de “Freak”:

Aproveitamos a oportunidade para fazer um alerta: o uso de drogas não é algo bonito, não é algo para ser glamourizado e aplaudido. Milhões de pessoas ao redor do mundo morrem diariamente, vítimas dessas substâncias, seja em decorrência da violência do tráfico, overdose, abstinência e das dezenas de doenças que o consumo prolongado causa a longo prazo. O vício é uma doença, inerente de todo o ser humano. Algumas pessoas viciam em séries, outras em doces, outras em coisas mais perigosas que podem levar à morte precoce. Se você conhece alguém que sofre com esse vício, por favor, ajude-o. Um simples ato de compaixão pode salvar pessoas ao seu redor.

 

Leonardo Drozino
Escritor, redator do MAZE e cupido nas horas vagas.