Em seu primeiro show no Rio, Zara Larsson provou que não é uma "one hit wonder" • MAZE // MTV Brasil
CoberturasMúsicaPosts

Em seu primeiro show no Rio, Zara Larsson provou que não é uma “one hit wonder”

João Batista1492 views

Em sua primeira vez na América Latina, a sueca Zara Larsson – acompanhada do Oh Wonder – deu uma passadinha aqui Rio de Janeiro para uma apresentação única na cidade antes de marcar presença no Lollapalooza Brasil 2018, que rola no próximo fim de semana (23, 24 e 25). E foi no Circo Voador, no coração da Lapa, que ela botou todo mundo pra pular e entregou uma noite pop cheia de energia.

Aquecendo corações, literalmente

Horas antes da loira subir ao palco, o público foi agraciado com o duo Oh Wonder, anunciado como atração de abertura do show. Os londrinos Josephine e Anthony, que também se apresentarão no Lolla desse ano, encantaram os presentes com seu pop fofo e despretensioso de seus dois álbuns lançados.

Com uma alegria explícita por conta da calorosa plateia – que tinha na ponta da língua as 13 canções do setlist – o casal fazia questão de dizer sempre sobre o quão felizes estavam e, claro, sobre o amor à primeira vista por caipirinha. Todo esse carisma, expressado desde o instante em que pisaram no palco, fez com que até os (poucos) que não conheciam muito a banda se envolvessem pela vibe.

Oh Wonder @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)

E apesar de todo mundo estar cantando tudo, não daria pra deixar passar o coro uníssono de “Drive”, que fechou a apresentação deixando todo mundo com o coração quentinho e com gosto de quero mais.

Oh Wonder @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)

A hora dela!

Com um pouquinho de atraso e uma legião de fãs super ansiosos, Zara Larsson subiu bela e pleníssima no palco fazendo valer cada minuto de espera. Acompanhada de banda e duas dançarinas de apoio, ela iniciou o seu set com “Never Forget You”, sua parceria com MNEK. A plateia, claro, foi à loucura.

E assim como foi em Oh Wonder, todo mundo também estava com as canções de Zara afiadíssimas na língua. Seguindo com “Sundown” e “What They Say”, faixas do seu álbum de estreia “So Good”, Zara também se impressionou com o coro da galera ao mesmo tempo em que não deixava a desejar nas coreografias e presença de palco.

Zara Larsson @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)

Sempre interagindo muito com o público, Zara bateu um pequeno papo antes de “Don’t Let Me Be Yours”, dizendo que essa é uma das suas faixas favoritas do álbum e mencionando seu grande amigo Ed Sheeran, que foi compositor da faixa junto com Zara. Nessa deixa, ela emendou “Shape Of You” no arranjo e ficou bem legal.

E mesmo tendo boas baladas em seu currículo, ela se limitou a aproveitar apenas “I Can’t Fall in Love With You” no setlist, e não deixou a desejar nisso também. Mas naquela altura, todo mundo já sabia ali que o objetivo principal era dançar – e muito!

Zara Larsson @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)
Zara Larsson @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)

Entre muitos momentos, o show foi marcado por uma energia imensa do público durante o set final, marcado por “Ain’t My Fault”, “So Good”, “Symphony” e, claro, “Lush Life”.

E quando todo mundo achou que ela tinha acabado em seu maior hit, ela voltou ao palco para um encore inesperado com “One Mississipi”, o que foi super especial pros fãs mais assíduos.

Agora sim, se despedindo de vez, ela se mostrou imensamente grata por aquela noite. Nós também, Zara, a gente quer muito ver você mais uma vez. E boa sorte no Lolla, make that money girl!

Zara Larsson @ Circo Voador, 2018. (Foto: João Batista/MAZE Blog)

Setlist

  • Never Forget You
  • Sundown
  • What They Say
  • Girls Like / This One’s for You
  • Don’t Let Me Be Yours / Shape Of You
  • Make That Money Girl
  • TG4M
  • I Can’t Fall in Love Without You
  • I Would Like / Bodak Yellow
  • Ain’t My Fault
  • So Good
  • Symphony
  • Lush Life
  • [Encore] One Mississippi
João Batista
Dono, idealizador e fundador do labirinto. Genioso, carioca que não sabe sambar e amante da cultura pop desde 1991.